Arquivo do autor:autoresassociados

Dicas para a volta às aulas

Por Debora Corigliano, pedagoga e autora do livro Orientando pais, educando filhos

Nesta época do ano, a maior preocupação dos pais na volta às aulas é a  corrida contra o tempo para os filhos que precisam de nota, além é claro da organização do material e uniforme escolar. Querem deixar tudo pronto e arrumadinho para que o filho tenha vontade de voltar às aulas. Para o aluno, a preocupação está em  retomar  com  entusiasmado e manter-se assim ao longo do  semestre, muitos detalhes além do material escolar devem ser providenciados.

A família deve se organizar para retomada  da rotina escolar.

  • Organize  o material escolar e também um material para estudos, com revistas e gibis para pesquisa;
  • Um local apropriado para fazer as lições, que poderá ser organizado pela própria criança;
  • Uma caixa contendo lápis, tinta, cola, tesoura e outros itens para realização das tarefas;
  • Jogos que correspondam à faixa etária de seu filho, que estimulem a alfabetização, a linguagem escrita, a matemática ou até a língua inglesa;
  • Estabeleça com ele uma rotina de atividades, com horários para estudo, lição de casa, TV, computador, vídeo game, entre outras atividades;
  • Não esqueça de colocar nesta rotina o momento do “ócio”, toda criança precisa ter um momento para brincar, descansar ou simplesmente ficar à toa;

Se  seu filho  está na adolescência e já possui alguns hábitos que precisam ser melhorados, vale ressaltar:

  • Organize seu local de estudo, não é porque ele já é adolescente que precisará fazer isso sozinho, com a parceria dos pais tudo fica mais fácil e prazeroso;
  • Organize com seu filho uma rotina diária de estudos. Converse com os professores e veja em quais aspectos ele precisa de ajuda para não deixar para última hora;
  • Monte um quadro de atividades, incluindo tempo para estudos e diversão;
  • Dê para seu filho de presente alguma literatura que faça parte de seu dia a dia. Por exemplo, se ele é fanático por futebol, compre um livro ou revista sobre este assunto. Com certeza ele terá prazer em fazer esta leitura e poderá ser o início de um novo hábito saudável;
  • Proponha grupo de estudos em sua casa, adolescente gosta de atividades em grupo. E o ato de ser a anfitriã fará com que você ganhe pontos com seu filho;
  • Atividades culturais podem fazer parte da agenda de seu filho. Organize-se para tal.

 O mais importante é você estar presente na vida escolar de seu filho, por mais que ele apresente autonomia e responsabilidade, a presença e o interesse dos pais sempre será um incentivo para esta fase acadêmica.

Seja exemplo nas diversas ações relacionadas ao estudo, hábitos de leitura e comportamental. Muitas vezes uma ação vale mais que muitas palavras.

Imagem

A Autores Associados possui livros que podem ser úteis no entendimento da relação entre pais e filhos. Confira alguns deles:

(link para compra nos títulos)

Orientando pais, educando filhos, Debora Corigliano – Quando falamos da educação de nossos filhos, estamos falando de seres maravilhosos, que amamos e queremos bem. Por esse motivo este assunto tornou-se uma das áreas do comportamento humano mais exaustivamente pesquisada. Você pode me perguntar: mas quem são pais inteligentes emocionalmente? Como posso ter esse tipo de inteligência para melhorar o relacionamento com meus filhos? Esta resposta você mesmo poderá ter ao final do livro, depois de refletir sobre suas ações, respeitar suas limitações e as dos seus filhos e querer muito ter uma relação saudável de pais e filhos e não simplesmente de amigo.

Os fundamentos da relação afetiva, Raphaële Miljkovitch – O objetivo da obra de Raphaële Miljkovitch é duplo. Por um lado, trata-se de examinar o que, na infância,e particularmente na relação com os pais, influencia o indivíduo na sua maneira de ser enquanto parceiro num casal. Como as experiências precoces orientaram o adulto na sua forma de se relacionar com o outro? Em que a relação amorosa desperta a problemática originada na infância? Quais são os procedimentos desencadeados no fenômeno de repetição? Por outro lado, trata-se de avaliar até que ponto essa influência do passado é determinante nas modalidades relacionais do adulto. De que margem ele dispõe para se libertar do aprendizado precoce? Quais são os fatores de resiliência que autorizam certa liberdade de ação concomitante a uma autonomia em relação à sua história?

Guarda compartilhada e Síndrome de Alienação ParentalDenise Maria Perissini da Silva – Diante de um processo de separação, quem se coloca no lugar da criança? Este livro aborda a questão da separação do ponto de vista da relação dos filhos com os pais e com as dificuldades de recomeçar a vida de uma maneira diferentes. Trata da necessidade de os pais saberem conduzir a situação da melhor maneira possível para o desenvolvimento de seus filhos.

Eventos da semana

Nesta semana teremos dois eventos de lançamentos da Editora Autores Associados, um em Belo Horizonte/MG e outro em São Paulo/SP.

Na quarta-feira (dia 22/05) acontecerá o lançamento do livro de José Eli da VeigaOs Estertores do Código FlorestalO lançamento acontecerá na Escola Superior Dom Helder Câmara, durante a Roda de Ideias “A desgovernança da Sustentabilidade”, à partir das 15 horas. As inscrições são gratuitas.

Para mais informações liguem (31) 3037-5533

Sobre o livro

O livro Os Estertores do Código Florestal reúne um conjunto de 12 artigos editados, que haviam sido publicados nos jornais Folha de S.Paulo e Valor Econômico e também na revista Página 22. Os textos retratam os principais episódios da revogação do Novo Código Florestal (NCF) de 1965, entre maio de 2011 e junho de 2012. O objetivo é mostrar como a nova lei n.  2.651/2012, que entra no lugar do NCF, será prejudicial ao Brasil. José Eli da Veiga explica por que ela comprometerá a conservação da biodiversidade e, consequentemente, o desenvolvimento sustentável. Por isso propõe a criação de um grupo formado por cientistas, juristas, empresários e pesquisadores do terceiro setor que assuma o desafio de rever a nova lei, cuja constitucionalidade já foi contestada junto ao Supremo Tribunal Federal pelo Ministério Público.

Compra online.

Os estertores-CONVITE

Já na quinta feira (dia 23/05) acontecerá o lançamento do livro Donald W. Winnicott – uma nova abordagem, com a presença da autora do livro, Laura Dethiville, durante o XVIII Colóquio Internacional Winnicott – Família, a ser realizado na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, unidade Perdizes. O lançamento será à partir das 21h30.

Para inscrições e mais informações sobre o Colóquio acesse www.sociedadewinnicott.com.br

Sobre o livro

Donald. W. Winnicott: uma nova abordagem é um texto vivo e vivido, notavelmente articulado, um retrato deste pesquisador incansável, Donald Winnicott – digno discípulo de Freud. Ao propor soluções inesperadas na prática da experiência clínica, Winnicott descobriu que essas experiências não se encaixavam com a teoria. Este fato pode ser notado na obra através das explicações dos principais conceitos do teórico. Laura Dethiville revela um Winnicott precursor dos cuidados que devem ser dedicados aos males sintomáticos da sociedade. A abordagem que a autora dá ao livro torna-o um instrumento de reflexão indispensável para o conhecimento da obra de Winnicott. Para Laura Dethiville, é impossível “definir” os conceitos de Winnicott. Só se pode descrevêlos. Esta obra tem este desafio: tentar “contar” Winnicott, atualizando suas teorias para as atuais descobertas.

Compra online.

Biblioteca em taxis, o Bibliotaxi

Com o intuito de transformar taxis em bibliotecas foi criado, pela Easy Taxi, o projeto cultural Bibliotaxi. A concepção teve início na Vila Madalena e pretende se espalhar pela cidade de São Paulo nos próximos meses.

O projeto funciona da seguinte forma: você entra no taxi, pega um livro para ler e o devolve no próximo taxi que você pegar, criando assim um ciclo pelos carros da cidade.

O programa tem por objetivo fomentar a leitura e a educação das pessoas que se utilizam de taxis, e também aumentar o número de usuários deste tipo de transporte para, assim, diminuir o trânsito dos grandes centros urbanos. Outro intuito é aumentar a cultura do compartilhamento entre a população afinal, todos irão compartilhar a leitura e poderão levar livros que têm em casa para serem doados ao programa.

Para mais informações, acesse: http://bibliotaxi.wordpress.com

Dia Mundial do Livro e dos Direitos Autorais

Hoje é comemorado mundialmente o Dia do Livro e dos Direitos Autorais. A comemoração teve início na Catalunha, Espanha, mas em outra data. Ele era celebrado desde 1926 no dia 07 de outubro como uma comemoração ao nascimento de Miguel de Cervantes, um escritor espanhol.

Posteriormente a data foi atribuída pela Unesco – Organização das Nações Unidas para a educação, a ciência e a cultura – em 1995 para conscientização da importância dos livros e da leitura em nossa sociedade, e também em comemoração a todos os autores importantes que faleceram na data (como William Shakespeare e Miguel de Cervantes). Além disso, a data é importante para que os jovens tenham conhecimento de que a leitura é na verdade um prazer e passem a incorporar a prática ao dia a dia.

Dia_mundial_do_Livro2

Em nota, a diretora geral da Unesco, Irina Bokova, ressaltou que “este dia propicia uma oportunidade para refletirmos juntos sobre maneiras de melhor disseminar a cultura da palavra escrita e de permitir que todos os indivíduos, homens, mulheres e crianças, tenham acesso a ela, por meio de programas de alfabetização e de apoio a carreiras em publicações, livrarias, bibliotecas e escolas”.

Lançamento na Livraria da Vila

Na segunda-feira, dia 22 de abril, a partir das 18h30, acontecerá na Livraria da Vila o lançamento do livro Literatura, violência e melancolia, de Jaime Ginzburg.

release literatura violencia e melancolia

O livro propõe-se a fazer um trabalho realizando uma convergência entre duas perspectivas. A primeira consiste em mobilizar o conhecimento acadêmico com o propósito de estimular a pesquisa sobre as relações entre violência e cultura, mais especificamente, entre violência, melancolia e literatura. Para isso, serão trazidas ideias de diversas áreas, como teoria da literatura, filosofia, ciências sociais, psicanálise, política e história. Um dos campos preferenciais de interlocução deste livro corresponde a estudantes de letras e ciências humanas e professores da rede escolar interessados em desenvolver estudos sobre violência e cultura. A segunda perspectiva é exibir elementos para debater questões propostas pelo momento atual e pelo passado recente, no que se refere à presença da violência na sociedade contemporânea.

O evento será realizado na unidade da Vila Madalena, que fica na Rua Fradique Coutinho, número 915.

literatura_violencia_melancolia3

Para mais informações entre em contato com a Autores Associados por meio do telefone (19) 3789-9000 ou a Livraria da Vila pelo fone (11) 3814-5811.

A história do Dia da Mentira

O dia 1º de abril é mundialmente conhecido como o Dia da Mentira, mas vocês sabem o porquê desta data ser comemorada?

Imagem

Na França a data marcou o fim do ano novo que era comemorado no dia 1º de abril e não em 1º de janeiro. Com o fim das comemorações no primeiro dia de abril, quando o rei Carlos IX adotou o calendário gregoriano, muitas pessoas não aceitaram a mudança e continuaram a comemorar em abril, o que gerou muitas gozações. Eram enviados presentes e convites de festas inexistentes.

As brincadeiras se espalharam pelo Inglaterra e depois para o mundo todo, disseminando assim o Dia da Mentira.

Aqui no Brasil a propagação do 1º de abril ganhou força em Minas Gerais por causa de um periódico chamado A Mentira, que começou a circular em 1º de abril de 1828 com a notícia de que D. Pedro havia falecido, o que foi desmentido no dia seguinte. As publicações seguiram até o ano de 1849.

 

Fonte.

Autores Associados marcará presença na Feira do Livro de Londres

Nos dias 15, 16 e 17 de abril acontecerá a London Book Fair (Feira do Livro de Londres), que trará a Turquia como país convidado. No ano passado foram reunidos mais de 25 mil profissionais do ramo editorial de vários países. A Feira contará com eventos como, Author of the Day (Autor do dia), no qual os autores chamados pela LBF passam o dia dando palestras, assinando livros e posando para fotos com os presentes. Sendo os autores convidados deste ano, William Boyd,  Elif Shafak e  Liz Pichon. E também terá o Centro de Tradução de Literatura, onde serão debatidas e trocadas  informações sobre o mercado de tradução, trazendo publicitários, editores, estudantes, autores e todos os interessados no assunto para participarem dos debates.

A Editora Autores Associados levará alguns livros para expor na Feira, três títulos em espanhol e 12 em português. São eles:

Aurora da vida Maria Aparecida Dellinghausen Motta
Educação: do senso comum à consciência filosófica Dermeval Saviani
Educação Infantil e Percepção Matemática Sérgio Lorenzato
Escuela y Democracia Dermeval Saviani
Escola e Democracia Dermeval Saviani
Furundum! Carlos Rodrigues Brandão
Investigación en Educación Matemática Darío Fiorentini & Sérgio Lorenzato
Investigação em educação matemática Darío Fiorentini & Sérgio Lorenzato
Nômade – Novela Juvenil de Aventuras Carlos Orsi Martinho
Para Aprender Matematicas Sérgio Lorenzato
Para Aprender Matematica Sérgio Lorenzato
Pedagogia Histórico-Crítica Dermeval Saviani
Rosas do tempo Maria Aparecida Dellinghausen Motta
Sonho, Sombras e Super-Heróis Luiz Bras
Uma Didática para a Pedagogia Histórico-Crítica João Luiz Gasparin

Print

Para mais informações sobre a London Book Fair, acesse:  http://www.londonbookfair.co.uk/