Arquivo da categoria: poesias

Estudo indica que leitura de poesias estimula o cérebro

Segundo um estudo da Universidade de Liverpool, publicado na última terça-feira (16), a leitura de autores clássicos e poesias estimula mais o cérebro, e consequentemente pode ser mais eficaz em tratamentos, do que a leitura de livros de autoajuda.

30 voluntários tiveram as atividades cerebrais monitoradas por estudantes de psicologia, ciências e literatura inglesa da Universidade que realizou o estudo. Eles leram trechos de textos clássicos e, em seguida, as mesmas passagens, mas traduzidas para a linguagem coloquial.

Foi avaliado que a atividade cerebral dispara na leitura de poesias, pois elas têm palavras incomuns (ou pouco usadas) e a distribuição semântica das frases é mais complexa que um texto comum. Na leitura dos trechos com uso da linguagem coloquial o cérebro não apresentou a mesma atividade. Segundo a pesquisa, a excitação do cérebro se mantém por um longo período de tempo e acontece no lado direito do cerebelo, local em que são armazenadas as lembranças autobiográficas, ajudando a refletir sobre elas e a entendê-las melhor e de outra perspectiva.

“A poesia não é só uma questão de estilo. A descrição profunda de experiências acrescenta elementos emocionais e biográficos ao conhecimento cognitivo que já possuímos de nossas lembranças”, explicou David, encarregado na apresentação do estudo.

Dica da Autores

A Autores Associados possui três títulos publicados de livros com poesias e poemas. Eles são voltados para o público infantil, dentro do selo Ciranda de Letras, mas nada impede a apreciação do público adulto.

Clique no nome do livro para ser direcionado à loja virtual.

Aurora da Vida – Maria Aparecida Motta

Ilustrações – Isis Zahara

O livro reúne poemas que falam dos primeiros anos do ser humano, quando os mais profundos ensaios da existência afloram rumo à maturidade. Destina-se a todas as crianças de hoje e também àquelas que nos enternecem, saudosos, no interior de casa um de nós.

image description

O Jardim de Todos – Carlos Rodrigues Brandão

Ilustrações – Isis Zahar

“Vocês sabem por que é que este livro tem este nome? É fácil. É que pensamos que todas as coisas boas da Vida bem que podiam ser de toda a Gente. Bom que podiam ser, o tempo todo, de todas as Pessoas. De todos nós. Assim: de todas as mulheres e de todos os homens, de todas as crianças, de todos os jovens, de todos velhos, e até de todos os adultos.”

Rosas do Tempo – Maria Aparecida Motta

Seleção de poemas que falam da vida e da morte, do amor, dos dramas existenciais e dos dramas do mundo atual, e evocam o sublime nas coisas simples, provocando sentimentos elevados e educando para a solidariedade.

De Repente é Quase Agora – Carlos Rodrigues Brandão

Ilustrações – Bruna Barros

Livro de poemas e poesias com perguntas que induzem a criança (jovens e adultos também) a pensar e refletir sobre “o que é… ser alguém?”. As poesias nele contidas também levam o leitor a viver e a aproveitar a poesia que envolve as coisas simples da vida e os sentimentos que estes desencadeiam em todos nós.

Previsão de lançamento: 1º semestre/2013

frente - de repente é quase agora

Anúncios